Pages

Páginas

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

#MomentoLeitura

  Coisas de Menino
Ora fantasia, ora a mais dura realidade. A menina que recusa as imposições domésticas convencionais e troca as brincadeiras de boneca pelos personagens das histórias em quadrinhos: a velha capa de chuva e a maleta do detetive.
Este livro tem muitas aventuras e personagens ingeríveis então vamos à leitura!
Ficha técnica
                                                               Titulo: Coisas de Menino
                                                                  Autor: Eliane Ganem
                                                                 Editora: Jose Olympio

Quadrinhos

Equipe Blog do Maurício
(Kaynã/Erick/ Juancarlo/Gabriel Rodrigues/ Davi)
Enzo Rodrigues

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

#PlanetaVerde



Reciclagem de papéis
 
No Brasil foram produzidos, em 2008, cerca de 8 milhões de toneladas de papel (BRACELPA) e, segundo estimativas os números tendem a aumentar. Ao contrário do que diz o senso comum, o acesso a tecnologias como a internet e o e-mail estão contribuindo para o aumento do consumo de papel uma vez que a maioria das pessoas ainda prefere ler textos e livros em meio físico do que em meio eletrônico. Por isso é cada vez mais importante o trabalho feito pelas empresas na reciclagem dos diversos tipos de papel contribuindo para que haja um menor impacto no meio ambiente.

Os benefícios da reciclagem do papel incluem a redução no consumo de água utilizada na produção, assim como no consumo de energia muito embora os números sejam bastante divergentes de uma empresa para outra dependendo do tipo de tecnologia empregada e da eficiência do processo. Mas é fato que com a reciclagem de papel deixa-se de cortar árvores: calcula-se que para cada 1 tonelada de aparas (papéis cortados usados na reciclagem) deixa-se de cortar de 15 a 20 árvores.Atualmente cerca de 50% do papel consumido no Brasil é reciclado e o percentual varia de acordo com o tipo de papel: papéis ondulados (tipo caixa de papelão) tiveram uma taxa de reaproveitamento de 79.5% em 2007; e papéis de escritório (revistas, folhetos, papéis de carta, papel branco, etc.) tiveram no mesmo ano um reaproveitamento de 38.1%, o que representa 817 mil toneladas de papel de escritório (CEMPRE).
Os tipos de papéis que podem ser reciclados são os seguintes: papelão, jornal, revistas, papel de fax, papel-cartão, envelopes, fotocópias, e impressos em geral; os não recicláveis são: papel higiênico, papel toalha, fotografias, papel carbono, etiquetas e adesivos. Todos os papéis reciclados depois de coletados por cooperativas ou catadores são separados por tipo e vendidos para os “aparistas” que transformam os papéis em aparas que são enfardadas e novamente vendidas para as indústrias.


processo de reciclagem do papel  é basicamente o seguinte: as aparas adquiridas pelas indústrias são trituradas em uma espécie de liquidificador gigante com água para que suas fibras sejam separadas. Depois um processo de centrifugação irá separar algumas impurezas como areia, grampos e etc.. Em seguida, são acrescentados produtos químicos para retirar a tinta e clarear o papel. Após o clareamento sobrará uma pasta de celulose que pode receber o acréscimo de celulose virgem dependendo da qualidade do papel que se quer produzir. Esta pasta é que será prensada e seca em diferentes equipamentos para formar o papel pronto para consumo.
O preço do papel de escritório reciclado costuma ser maior que o do papel novo devido ao fato de que a demanda ainda é maior que a procura, pois são poucas as indústrias que estão preparadas para produzi-lo. Por isso, o melhor mesmo é reduzir o consumo. Medidas simples como imprimir nos dois lados da folha, aproveitar o papel usado como rascunho e só imprimir o que for realmente necessário ajudam são ainda mais eficazes na redução dos impactos ambientais. E aí sim, o que não for possível reutilizar deve ser encaminhado para a reciclagem.
Nós aqui do Planeta Verde estávamos pensando no texto e chegamos a seguinte conclusão “o melhor é não desperdiçar, pois assim você esta ajudando o Meio Ambiente”.
Faça sua parte também!
 
Equipe Blog do Maurício
(Paulo/Aleksandra)
Enzo Rodrigues

terça-feira, 16 de setembro de 2014

#NaRua

Assembleia no Maurício

Durante os últimos quinze dias estão ocorrendo dentro da escola Assembleias participativas com alunos, professores, funcionários e coordenação.
O segmento do Blog, "Na Rua", resolveu fazer essa matéria para que outros movimentos como este consiga sair da escola e ir para comunidade para que possamos melhorar nosso bairro.
Adoramos a iniciativa e esperamos que as mudanças realmente aconteçam.
Não ficando apenas nas promessas.

Fizemos entrevista com dois professores sobre a Assembleia. Veja opinião deles:

Professor Heraldo:
1)O que você achou da assembleia que você dirigiu ?
Foi o primeiro momento, gostei ,foram abordados assuntos muito importantes para o bom andamento da escola.

2)Todos alunos participaram ?
A maioria participou infelizmente alguns que não participaram, talvez por timidez ou vergonha, lembrou-se de alguns fatos que poderiam ter falado na assembleia!

3)A assembleia esta tendo o efeito desejado ?
Bom, eu participei de duas assembleias, uma deu resultado apenas no primeiro dia, depois continuaram como se nada tivesse acontecido  e na outra não mudou absolutamente nada .

4)A assembleia é capaz de mudar a nossa escola ?
Eu acho que seria capaz de mudar sim, se ela fosse feita em outro momento como no começo do ano, junto com a participação dos alunos do Grêmio ( que deveria existir na escola ) e que fosse feita uma comissão onde participam alunos de diferentes turmas .

5)Em que momento os professores e a direção perceberam que era necessário montar uma assembleia de classes ?
Os alunos estavam dando muito trabalho, muitos atos de indisciplina, a maioria dos alunos não respeitavam as regras (e ainda não respeitam totalmente), um exemplo seria pegar os alunos que mais dão trabalho em diversas salas e encaminha-los à comissão de alunos, professores e direção para que fossem minimizados os maus exemplos da escola.

Agora vejam a entrevista com a professora Patrícia de Inglês :

1)O que você achou da assembleia que você dirigiu ?
-Eu achei interessante, pois todos os alunos expressaram as suas opiniões e é importante que as pessoas falem sobre suas diferenças.

2)Todos alunos participaram ?
Sim. Todos os alunos participaram !

3) A assembleia esta tendo o efeito desejado ?
Parcialmente... Porque ainda são necessárias algumas ações para concluir o bom funcionamento da escola.

4)A assembleia é capaz de mudar a nossa escola ?
Sim!
5)Em que momento os professores e a direção perceberam que era necessário montar uma assembleia de classes ?
Quando a indisciplina e as queixas dos professores e dos alunos se tornarem mais frequentes.
Agradecemos em nome do Blog os professores Heraldo e a Professora Patrícia com a colaboração com a nossa entrevista e sabemos que esse trabalho apenas está no começo.
Esperamos que as mudanças ocorram para tornar nossa escola melhor, principalmente em relação ao processo democrático.
Equipe Blog do Maurício
(Ester / Jaqueline)
Enzo Rodrigues