Labels

Páginas

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

#MomentoLeitura



Muito mais que 5inco minutos
A equipe do blog irá falar hoje de um grande fenômeno da internet, que por sua vez tornou o seu maior sonho em realidade provando mais uma vez que sua imaginação não tem limites.
Com apenas 22 anos, a curitibana Kéfera Buchmann já reúne quase doze milhões de seguidores nas suas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter e Instagram). São cinco milhões de assinantes só no seu canal no YouTube, “5inco minutos”, o quarto mais visto do Brasil. Ela recebe centenas de mensagens de fãs de todo o país diariamente e é sempre parada na rua. Se o YouTube é de fato a nova televisão, como argumentam alguns estudiosos, hoje Kéfera equivale aos antigos astros globais.
Com algumas diferenças, porém: enquanto aqueles atores e atrizes geralmente cultivavam um discurso de bons moços, Kéfera ficou conhecida por dizer o que pensa. E é daí, dessa sinceridade chocante e muitas vezes desbocada, que se alimenta o seu sucesso enorme. Muito mais que 5inco minutos traz essa Kéfera sem papas na língua, mas não é centrado na sua fase atual de youtubber popstar. O livro joga luz sobre uma Kéfera que nem todos os fãs conhecem, a Kéfera pré-fama. 

A menina super sensível que sofreu bullying em quase toda a infância e que, em vez de se dobrar, se tornando uma pessoa amargurada, se reinventou e ressurgiu como uma jovem forte e alegre que serve de exemplo para milhares de meninos e meninas. Kéfera fala desses momentos difíceis e também da sua relação tortuosa com a matemática, do seu primeiro beijo, de moda e de relacionamentos. Não faltam, claro, momentos hilários. E outros de deixar o coração apertado. Ou seja, Kéfera sendo mais Kéfera do que nunca.
Titulo: Muito Mais Que 5inco Minutos
Autor (a): Kefera Buchmann
Editora: Paralela
www.saraiva.com.br
Rafael/Kaynã/Andrei/Giulliana
Equipe Blog do Maurício

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

#PlanetaVerde



Veganismo
Por que no mundo animal comemos uns e cuidamos de outros?
Assim como nós, eles são todos iguais.
A vida dele é tão importante quanto a sua.
“Veganismo é uma filosofia” e estilo de vida que busca excluir, na medida do possível e praticável, todas as formas de exploração e crueldade contra animais na alimentação, vestuário e qualquer outra finalidade; e por extensão, que promova o desenvolvimento e uso de alternativas livres de origem animal para benefício de humanos, animais e meio ambiente.
“Na dieta, significa a prática de dispensar todos os produtos derivados em parte ou totalmente de animais.”
Basicamente: humanos não explorar outros animais, e promover o estilo de vida vegano para benefício das pessoas, animais e meio ambiente.
Assim, um vegan:
não come alimentos de origem animal, carnes de todas as cores e tipos, ou que contenham qualquer resíduo: leites, queijos, salsichas, ovos, mel, banha, manteiga, etc;
não veste roupas ou sapatos feitos de animais: couro, seda, lã, etc;
evita o consumo de cosméticos e medicamentos testados em animais ou que contenham componentes animais na formulação: sabonetes feitos de glicerina animal, maquiagem contendo cera de abelha, xampu com tutano de boi, etc;
não apóia diversões contendo exploração animal, como rodeio, circo com animais, rinhas, etc;
profissionalmente não trabalha com exploração animal (vivo ou morto), como venda de animais em pet shop, lojas de aquário ou gaiolas para passarinhos, venda de qualquer produto que contenha derivado animal (p.ex. bolsas e sapatos de couro), restaurante que utilize animais ou seus resíduos corporais como comida, dentre outras atividades.


estilovegan.com.br

Julia Maria/Yasmin/ Luane
Equipe Blog do Maurício 

terça-feira, 23 de agosto de 2016

#NaRuaEspecial

Sigo não entendendo 
Sabe quando parece que todos lhe deram as costas?
Que você não faria nenhuma diferença?
Não sente vontade de sair de casa, muito menos ir para reuniões sociais, mas vai para a escola por obrigação e tenta fazer com que os outros pensem que você esta bem e claro na verdade não está.
Alguém lhe pergunta "está tudo bem?"
E você responde com um aperto no peito "sim, estou bem", mas esse "bem" pode ser confundido.
Posso estar bem triste, bem chateada e bem confusa... Acho que o mais difícil de tudo é o abraço, afinal toda vez que alguém me abraça é como se fosse um abrigo e parece que estão me protegendo.
Vou sorrir sempre não importa se estiver bem ou não, sou forte não demonstro que estou magoada.
Sabe, a pior coisa é esconder tudo para mim mesma.
As músicas viraram minhas conselheiras e uma maneira de me expressar, o Rock clássico é mais para curtir sozinha sem ninguém no último volume, o Funk é apenas para zoar ( uma forma de me fazer rir), o Pop não me demonstra nada somente gosto.
Apenas ainda não consigo compreender o porque fico tão mal de uma hora para outra.
Isso é tão repentino...
                                                          Yasmin
                                                    Equipe Blog do Maurício



                                

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

#AcontecenoMaurício

Drink Poético que irá homenagear Coralina de Jesus
            
Durante essa semana acontecerá em nossa escola o evento intitulado “Drink Poético” que irá homenagear uma grande escritora: Coralina de Jesus.
Oficialmente nossa Sala de Leitura receberá seu nome e esperamos com as diferentes apresentações possa envolver você no mundo da poesia.
Venha prestigiar e quem sabe declamar aquela poesia que gosta muito?
Quem sabe apresentar sua própria poesia?
Direção EMEF Maurício Goulart
Equipe Blog do Maurício

domingo, 21 de agosto de 2016

#CantinhodaCultura

Vinícius de Moraes
Ícone vívido do otimismo desenvolvimentista dos anos anteriores ao golpe militar de 1964, colocou sua arte a serviço do belo, do amor, e também do amor pela humanidade e da luta pelo progresso social. 
Não está entre os preferidos dos fascistas brasileiros.  
O poeta e a rosa
(Vinícius de Moraes)
( E com direito a passarinho)
Ao ver uma rosa branca
O poeta disse: Que linda!
Cantarei sua beleza
Como ninguém nunca ainda!
Qual não é sua surpresa
Ao ver, à sua oração
A rosa branca ir ficando
Rubra de indignação.
É que a rosa, além de branca
(Diga-se isso a bem da rosa...)
Era da espécie mais franca
E da seiva mais raivosa.
- Que foi? - balbucia o poeta
E a rosa; - Calhorda que és!
Pára de olhar para cima!
Mira o que tens a teus pés!
E o poeta vê uma criança
Suja, esquálida, andrajosa
Comendo um torrão da terra
Que dera existência à rosa.
- São milhões! - a rosa berra
Milhões a morrer de fome
E tu, na tua vaidade
Querendo usar do meu nome!...
E num acesso de ira
Arranca as pétalas, lança-as
Fora, como a dar comida
A todas essas crianças.
O poeta baixa a cabeça.
- É aqui que a rosa respira...
Geme o vento. Morre a rosa.
E um passarinho que ouvira
Quietinho toda a disputa
Tira do galho uma reta
E ainda faz um cocozinho
Na cabeça do poeta.
  Poeta e a Rosa, que contém talvez uma denúncia mais crua das mazelas da vida atual e também da alienação de certos poetas que, olhando apenas o “belo”, deixam de considerar as contradições e as mazelas da vida.
Nele, ironiza o tipo de poeta que, ao ver uma rosa branca, exclama “que linda! / cantarei sua beleza”. E se surpreende quando a rosa branca fica vermelha de raiva e chama a atenção do poeta: “Calhorda que és! / Pára de olhar para cima! / Mira o que tens a teus pés!” E a seus pés o poeta vê uma vítima da sociedade injusta e desigual: uma criança, “Suja, esquálida, andrajosa / Comendo um torrão da terra”. 

 www.vermelho.org.br
 Grande poeta e compositor que cantou maravilhas e belezas, denunciou a opressão, a miséria e a alienação
                           
 Evelyn  
Equipe Blog do Maurício